Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Full Frame

The Script no MEO Arena

Os The Script invadem o MEO Arena, em Lisboa, dia 1 de abril prometendo ser uma noite memorável.

 

Danny O'Donoghue e Mark Sheehan conheceram-se num bar em Dublin. Tinham vinte e poucos anos e em comum o gosto pela música, que os juntou numa parceria até hoje. O talento dos dois músicos foi rapidamente reconhecido, o que lhes abriu várias portas, começando os irlandeses a trabalhar com alguns nomes mais relevantes do R&B moderno como Dallas Austin, Montell Jordan e Teddy Riley.

 

Após alguns anos nos Estados Unidos, Danny e Mark voltaram à Irlanda e é lá que encontram Glen Power. Apesar de Glen trabalhar desde os 15 anos para alimentar o sonho de uma carreira a solo, assim que produziu três canções para integrar os The Script, o seu projecto inicial ficou em standby.


Em 2007, os The Script assinaram contrato com a Syco - editora discográfica de Simon Cowell e lançam um EP no Last.fm.

 

 

Apesar do sucesso, apareceram pela primeira vez nos ecrãs na Balcony TV em Dublin, onde tocaram "We Cry" - o primeiro single da banda lançado em 2008 pela Sony BMG Music Entertainment (UK) Limited. Foi com o vídeo desta canção que ganharam o primeiro prémio, o de Melhor Banda nos DanishTV Music Video Awards em 2009. Foi tambem considerado "Single of the Day" o que os levou até aos tops de várias rádios - 15ª posição no Single Chart do Reino Unido e o 9º lugar no Single Chart na Irlanda.

  


"The Man Who Can't Be Moved" (2008) foi o segundo single da banda e o sucesso nos tops repetiu-se, chegando aos primeiros lugares do top no Reino Unido e na Dinamarca. A canção ganhou destaque um pouco por todo o mundo, sendo escolhida para um desfile do Vitoria's Secret Fashion Show num remix com uma outra canção. 

 


Se em 2008 o álbum dos The Script entrou para o top de vendas em Inglaterra com mais de 20 000 cópias vendidas, em 2009 a banda venceu o prémio de Melhor Banda e Melhor Álbum nos Meteor Ireland Music Awards 2009.


"Breakeven", "Talk You Down", "Before The Worst" , foram os sucessos que se seguiram.

Em 2011 os The Script voltaram a pisar pela segunda vez território português. Pela primeira vez no Coliseu dos Recreios, totalmente esgotado, e no dia de namorados, a banda apresentou o seu segundo disco, "Science & Faith". O álbum é composto por canções sobre corações partidos e desgostos amorosos à excepção de "You Won't Feel A Thing", a música escolhida para abrir este espetáculo.

"Hall of Fame" é lançado em 2012, e é parte integrante do terceiro disco intitulado "#3" que fez com que alcaçassem novamente os tops. Este single conta com a participação do rapper Will.I.Am e já vendeu mais de cinco milhões de cópias por todo o mundo.

 

 

Seguiu-se "No Sound without Silence" (2014), composto e gravado durante a tournée de promoção de "#3". O primeiro single do quarto álbum produzido pela Columbia Records, foi "Superheroes", que é parte integrante da setlist de todos os concertos dos The Script.